Dossiê – Macedônia

“Meu filho, consiga para você um outro reino
Pois este que deixo é pequeno demais para você.”

Frase atribuída a Rei Filipe da Macedônia

Macedônia é uma região que fica ao norte da Grécia, faz fronteira ao sul com as regiões da Tessália e Épiro, e ao leste faz fronteira com a região da Trácia.

Assim como relatado pelo historiador Tucídides, nos primórdios da região da Macedônia, o povoado dessa região se encontrava disperso onde cada povo estabeleceu sua própria monarquia e eles lutavam e competiam enter si de modo que o relato da sua construção nacional estava cheio de alianças e conflitos entre diversos grupos e reis aspirantes à hegemonia sobre a região. Contudo, entre o período de 808 a 778 a.C, sob a dinastia dos Argéadas, a Macedônia teve seu reino unificado.

Macedônia

 

Os macedônios eram reconhecidos como bárbaros nas outras regiões da Grécia. Por mas que os macedônios falassem um dialeto da língua grega e afirmassem que eram gregos, oriundos da dinastia dos Ardéadas (e Ardéadas que se traduz como “descendentes de Argos”, Argos conhecida como uma das primeiras cidade-estado da Grécia na região do Peloponeso), eles não eram considerados plenamente dotados da cultura grega clássica por muitos dos habitantes das cidades-estados do sul, porque não partilhavam o estilo político de governo dos sulistas. “Nem do ponto de vista histórico, filosófico ou militar, essas pessoas (macedônios) eram considerados como um único e mesmos com os gregos antigos. Seu discurso de boa vizinhança, como se tinha, era regularmente bordado com constante hostilidade e antipatia mútua.” (Borza,1990).

Busto de Alexandre, o Grande.

Busto de Alexandre, o Grande.

Macedônia teve significativa influência sobre o início da Guerra do Peloponeso, trabalhando em começar uma guerra entre Atenas e Esparta, assim como explicitado pelo historiador Tucídides: “…Perdiccas, filho de Alexandre, rei dos macedônios, antes aliado e amigo, agora se tornara hostil. E se tornara hostil porque os atenienses haviam concluído uma aliança com seu irmão Felipe e com Derdas, que estavam fazendo causa comum contra ele. Alarmado com isso ele passou a despachar emissários à Lacedemônia (Esparta), tentando provocar uma guerra entre Atenas e os peloponésios…”. Durante a Guerra do Peloponeso, a Macedônia era uma potência secundária, que sempre visando seu interesse se aliava em certos momentos a Atenas, em outros a Esparta.

Túmulo do rei Filipe II da Macedônia.

Túmulo do rei Filipe II da Macedônia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s