Dossiê – Atenas

“Filha de Zeus,
se justo é honrar
aquele que é o melhor de todos
quem praticou esta façanha
foi o povo de Atenas.”
Simônides de Ceos, “Sobre a batalha de Maratona”.

 

Fundada na região da Ática, durante o século VIII a.C., Atenas está entre as mais antigas cidades da Grécia. Entre todas as cidades gregas, era aquela que se ressaltava pela adoção da democracia. Os atenienses se entregam a navegação marítima e, em contato com outros povos de civilizações adiantadas aprenderam e desenvolveram os elementos de uma vida espiritual e materialmente superior. Possui 40 000 cidadãos, que, somados às suas famílias, compunham cerca de 140 000 pessoas. Além destes, haviam cerca de 70 000 metecos viviam na cidade e um número inestimável de escravos.

Atenas

Os atenienses são ávidos de inovações, rápidos para fazer planos e executar decisões, são ousados, aventurosos e confiantes. Se vitoriosos sobre os inimigos, levam suas vantagem até os limites extremos, mas se vencidos pouco recuam. Atenas faz com que suas colônias e cidades aliadas entreguem paulatinamente suas naus e paguem tributos.

"Escola de Atenas", Rafael, 1511

“Escola de Atenas”, Rafael, 1511

Em meio as Guerras Médicas, Atenas comandou a Liga de Delos, cujo grande objetivo era proteger as cidades gregas de possíveis investidas do Império Persa. Depois da vitória sobre os persas, Atenas forçou as cidades-estados aliadas a continuarem na liga, e transformou a contribuição de dinheiro em impostos obrigatórios. Este dinheiro foi utilizado para a sua reconstrução, e a corrupção, além do excesso de poder, levaram ao abandono da liga por diversas cidades-estados, como Esparta.

Império Ateniense em 431 a.C.

Império Ateniense em 431 a.C.

Os espartanos, portanto, e atenienses estabeleceram uma tradição de hostilidades. Desde a invasão da Pérsia até a presente guerra, as duas cidades ora negociavam paz, ora lutavam entre si ou contra seus aliados revoltosos. Havia também a disputa por aliados entre as duas partes, que procuravam sempre aumentar suas respectivas zonas de influência. Os dois povos se preparam continuamente e da melhor maneira para a guerra e se tornam mais experientes, exercitando-se em meio a perigos reais. O fato que Atenas estava tornando-se cada vez mais poderosa e conseguindo mais aliados como Córcira, Mégara e Tebas, inquietava os espartanos e o rompimento da trégua de trinta anos estabelecida entre eles foi o estopim para a guerra.

O Parthenon, templo dedicado à deusa Atena.

O Parthenon, templo dedicado à deusa Atena.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s